No Natal é quase impossível não ceder à gula e cometer alguns excessos. Doces ou salgadas, são várias as tentações na mesa das festas. E por esta altura é compreensível que se contornem os cuidados com a alimentação. Ainda assim, há formas de ‘minimizar’ os estragos, sem deixar de desfrutar das delícias da época.

Por exemplo: antes de começar a ‘atacar’ as gulodices, opte por entradas menos calóricas com frutos secos - que também são característicos da época e muito saborosos. Pratos com amêndoas, nozes e castanhas são alguns dos exemplos de ingredientes que saciam e com baixo valor calórico.

Se frutos secos não são a sua praia, opte por entradas com vegetais como cenoura, brócolos ou couve-flor. Outra boa solução são sopas, como um creme de legumes, por exemplo.

Se possível opte pelo forno para cozinhar. Dessa forma manterá intactos todos os nutrientes e e preservará o sabor original dos ingredientes. Opte por carnes magras, como peru e frango, ou no caso do peixe, o clássico bacalhau.

Para acompanhar a refeição, um bom vinho é sempre uma boa ideia, até porque tem propriedades antioxidantes e antienvelhecimento.

Se nada disto funcionar, há sempre uma boa opção para ajudar a queimar todos os excessos: uma caminhada em família - depois de um farto repasto - ajudará a queimar calorias e a diminuir o peso na consciência.

De qualquer forma, desfrute. O Natal só acontece uma vez por ano!

Veja outras dicas de saúde e bem-estar

Subscrever newsletter / Gerir dados

Pin It on Pinterest

Share This